O que cestas de ovos têm a ver com diversificação de investimentos

O que cestas de ovos têm a ver com diversificação de investimentos
O que cestas de ovos têm a ver com diversificação de investimentos

Uma ligação que causa estranheza num primeiro momento…. Mas cestas de ovos e diversificação de investimentos têm mais a ver do que se pensa.
Vamos refletir: os ovos são sensíveis, porém ricos para a alimentação. Por isso, podem ser comparados a investimentos, que estão expostos a riscos devido às variações de mercado, mas têm poder para fazer o dinheiro aplicado render juros para o investidor.
Com a sequência de quedas da taxa básica de juros da economia brasileira – a Selic – desde agosto de 2023, é frequente ver especialistas indicando a diversificação de investimentos como uma estratégia para manter os ganhos das aplicações financeiras com controle dos perigos de perdas. Nos investimentos, diversificar significa colocar o seu dinheiro em diferentes opções de aplicação.


Comparação como exemplo
A famosa frase “Nunca coloque todos os ovos na mesma cesta” torna mais fácil a explicação sobre o assunto. Imagine que você está voltando para casa com uma cesta de ovos comprados na feira. No caminho, você tropeça e os ovos quebram. Se os ovos estivessem em mais cestas, seria menor a chance de todos eles se despedaçarem.
Comparando as duas situações, a diversificação de investimentos é semelhante a distribuir os ovos em várias cestas. Você aplica o dinheiro em diferentes opções para diminuir o risco de perdas devido às variações do mercado.


Onde aplicar o seu dinheiro durante a queda dos juros
O gerente de Captação da Sicredi Região da Produção RS/SC/MG, Humberto Canova, acrescenta que mesmo com as previsões de continuidade da redução da taxa básica de juros, permanece atrativo fazer a diversificação tendo boa parte dos investimentos ainda dentro da renda fixa, pois a Selic se encontra em patamares altos, e a possibilidade de prefixar essa taxa alta, não correndo risco da baixa da Selic, faz sentido para o investidor.

— Os juros menos a inflação, ocasionam juros reais. Esses juros reais estão em patamares dos mais elevados nos últimos 20 anos. Então continuam extremamente atrativas, por exemplo, as linhas de renda fixa, como a Letra de Crédito do Agronegócio (LCA), que é isenta de Imposto de Renda para pessoa física, e o CDB/RDC, com taxas podendo chegar a 130% do CDI no Sicredi, dependendo do valor e do prazo de carência do investimento —, destaca Humberto.

Invista no Sicredi e ganhe mais do que o rendimento das aplicações financeiras
Na hora de escolher como diversificar a carteira, é importante seguir o perfil do investidor. Os especialistas do Sicredi estão à disposição para dar um atendimento personalizado e fazer recomendações de aplicação nas agências ou pelo WhatsApp (51) 3358-4770.
Ao escolher o Sicredi para investir o seu dinheiro, você conta com ganhos além da rentabilidade habitual de cada aplicação, com a participação nos resultados da sua cooperativa.

A gerente de Captação Carolina Esberci explica em entrevista como funciona a distribuição de resultados, assista ao vídeo:


Ainda não está investindo o seu dinheiro no Sicredi? Abra sua conta aqui.

Compartilhe