O que apontam as projeções para as safras de soja e milho

O que apontam as projeções para as safras de soja e milho
O que apontam as projeções para as safras de soja e milho

Desde que o Sicredi surgiu, há mais de 120 anos, estamos ao lado dos produtores rurais em todas as etapas de produção. Atualmente, somos a segunda instituição financeira do país que mais repassa recursos do Plano Safra para o agro, o que reforça nossa parceria e a nossa preocupação em oferecer um atendimento consultivo, com informações importantes para os nossos associados do segmento.

É por isso que apresentamos as projeções sobre a produção dos principais grãos do país, por meio do relatório Sondagem Safras.

Divulgada em junho, a segunda edição do Relatório Sondagem de Safras do Sicredi estima que a produção de soja será de 146,2 milhões de toneladas, representando uma redução de 1,4% em relação à Sondagem divulgada no mês de abril.

Você confere o relatório na íntegra clicando aqui.

Efeitos dos eventos climáticos no RS sobre as safras

Para o milho (1ª safra), a Sondagem projeta uma colheita de 23 milhões de toneladas, uma variação negativa de 0,1% em relação ao relatório anterior.
— A estimativa da safra de soja sofreu uma redução de 2,1 milhões de toneladas em relação à Sondagem anterior, sendo que esse ajuste foi influenciado pelos eventos climáticos no RS. Também revisamos a produtividade do milho em função das cheias. No entanto, observa-se que o Estado do Rio Grande do Sul terá uma safra destes grãos superior em comparação com 22/23, quando uma estiagem impactou severamente as lavouras —, contextualiza André Nunes de Nunes, economista-chefe do Sicredi.
Ainda conforme a Sondagem, estima-se uma queda na produção de soja no Brasil (-5,4%) em relação à safra anterior, provocada por uma redução na produtividade (-8,8%).

Situação das lavouras de soja

Sobre a situação das lavouras de soja, 47% delas são indicadas em boas condições, 35% em condições médias e 18% em ruins. A colheita do grão já atinge 95,5% em âmbito nacional, sendo que nos Estados de MG, MT, MS, PR e SP, 100% das áreas já foram colhidas.

Queda na produção de milho
A produção do milho, projetada em 23 milhões de toneladas na 1ª safra e em 87,2 de toneladas na 2ª safra, também é menor comparando-se à safra 22/23, sendo esta queda explicada tanto por uma menor produtividade quanto por uma redução na área plantada. A colheita do milho (1ª safra) atinge 68,8% das áreas, foi concluída em SP e está praticamente concluída em SC (96,3%) e no RS (88,4%).

Plantio do trigo
Esta edição da Sondagem também inclui, pela primeira vez, dados relativos ao trigo. Conforme estimativa, a expectativa para essa safra é de uma produção 12,7% superior à alcançada anterior, com 9,1 milhões de toneladas. No Brasil, o plantio do trigo foi concluído em 21,6% das áreas.

O que é o relatório “Sondagem Safras”
A Sondagem de Safras é produzida pela equipe de Análise Econômica do Sicredi, tendo como base uma pesquisa amostral feita com colaboradores especializados em agronegócio que atuam nas mais de 2,7 mil agências em todo o país.

O objetivo é apoiar os produtores rurais com subsídios para suas atividades e destaca indicadores relativos à área plantada, produtividade, produção, andamento do plantio e da colheita e condições das lavouras.
Os números desta edição já contemplam, em parte, os efeitos das chuvas e enchentes que atingiram o Rio Grande do Sul, com coleta dos dados realizada entre 6 e 13 de maio de 2024.

Compartilhe